Isopor:  Herói ou Vilão?

 

Texto e Fotos: Andrea Hilgert

Mai Bavoso

As peças de isopor são o negativo de eletrodomésticos e eletroeletrônicos, de alta tecnologia.

Designers avançados usados para proteção. Invólucros. Preservam o desenho do que protegem. Fôrmas perfeitas de nossos desejos mais tecnológicos.

Descartamos como embalagens, verdadeiras esculturas.

Material leve e resistente. Impermeável. Tanto voa como flutua. De fácil manuseio e infinitas utilidades, do tecnológico ao orgânico.

Preserva alimentos, corrigindo a temperatura. Isolante térmico. Utilizado da medicina à construção de iglus.

Porém, seu descarte é muito menos inteligente que sua composição. Isopor: Herói ou Vilão?

Pesquisa

Isopor é poliestireno expandido. Parente do plástico. Durante a reação de polimerização a quente, são adicionados certos gases como o pentano, que levam à sua expansão. Sua composição é de 95% de ar, por isso é tão volumoso e leve ao mesmo tempo.

 

Aplicações: Usado na forma de placas ou blocos na confecção de lajes, diminuindo o esforço sobre a estrutura e ajudando a economizar concreto. É usado dentro de embalagens para proteger equipamentos domésticos bem moldados no formato de tais equipamentos, o que diminui o custo com transporte. Como pode ser moldado, ele é usado em capacetes para proteção. É isolante elétrico ou térmico em casas e edifícios, recipiente para bebidas e comidas quentes ou frias.